Segunda-feira, 11 de Outubro de 2010

.Palavras

Gosto de palavras cheias. Com sentido, sem espaço para espaços dúbios. Gosto de palavras que não enganam. Que são sins, e não nãos nem nins. Gosto de palavras carregadas. Com o peso da certeza. Gosto de palavras escritas. Que não se apaguem, não se esqueçam, não desapareçam. Escrevo as minhas com cuidado. Para que sejam cheias, sins, carregadas, verdadeiras. Quando as escrevo, também eu me sinto cheia. Do peso do que significam. É por isso que me custa imaginá-las entre outras. Outras que são nins, que são nãos. Outras que são vazias, inverdades, ou que não se deixam perceber. Que magoam. Estas prendem. Prendem-me as minhas palavras em sítios fundos, de onde não as consigo tirar, por ter medo. Medo que se misturem com as outras. Ou que me mostrem mais do que devo.

 

Sempre que penso que o medo está a passar, lembro-me do momento em que as li. E as minhas ficam mais fundas. Dizes que vai passar. O tempo cura tudo. E eu tenho medo que cure as minhas também. As palavras, o que elas dizem, o que elas carregam.

 

Talvez um dia tenha de te pedir desculpa por não te escrever há tanto tempo. Por não acreditar nas palavras que gastas comigo. Por te dizer coisas más (como chamamos às boas que fazemos) e não conseguir fazer sair as boas. Não sei. Não sei se esse dia chegará. Mas queria escrever-te para te dizer que me é difícil. Escrever-te. Porque me conheces. E sabes que para mim as palavras são tudo. E que gosto delas cheias. Um dia talvez tas consiga voltar a escrever. Quero que o tempo traga esse dia e que só leve o medo. E isto é o mais bonito, mais cheio e mais verdadeiro que consigo escrever-te hoje. Mas são só palavras, pensas tu. Pois são. Mas são minhas. E são cheias.

tags: , ,
L. às 18:29
link | comentar | favorito
7 comentários:
De T. a 11 de Outubro de 2010 às 22:30
Lindo!

Gostei imenso das tuas palavras, gostei imenso da foto, gostei imenso de te ler. Obrigada por me dares este prazer!

Um grande beijinho*

T.
De L. a 25 de Outubro de 2010 às 18:03
Já começo a ser muito repetitiva... E o nosso lanche? Na sexta trinquei um pastel de massa tenra, bebi um sumo de uva, e jantei no Lucca... Lembrei-me de ti. :) *
De Carlos Manuel Lopes da Silva a 12 de Outubro de 2010 às 10:18
E eu a aguardar as suas palavras às minhas questões dos posts anteriores...
De L. a 25 de Outubro de 2010 às 18:05
É agora! :)
De Carlos Manuel Lopes da Silva a 3 de Novembro de 2010 às 16:21
Obrigado!
De reinodosporques a 13 de Outubro de 2010 às 17:11
Pois é... a festa do esferovite foi mui interessante! Parece que estás a desvendar algo...
Há palavras ditas irreflectidamente e outras que simplesmente fazem conexões...
De L. a 25 de Outubro de 2010 às 18:04
Hum... :) Tens de me explicar o teu trocadilho. (Gostei tanto do nosso bocadinho a 3 + personagem mistério! Obrigada!)

Comentar

.Eu

.pesquisar

 

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Agora

. .Feliz Natal e um 2019 ch...

. .Das mães

. .Hoje

. .2

. .Hoje morreu um homem bom

. .Ela

. .22

. .Dos fins de semana bons ...

. .Adeus, Inderal! [com ima...

. .O batizado da Aurora

. .A caminho dos 19

. .A queda

. .I'm sixteen going on sev...

. .O nosso ovo

. .Da culpa

.Ontem

.tags

. todas as tags

.Mundo

blogs SAPO

.subscrever feeds