1 comentário:
De Carlos Manuel Lopes da Silva a 14 de Setembro de 2010 às 16:24
Artigo interessante este da menina "copiona"

A frase:

"A mudança, a inovação, a criação amadurecem sempre e necessariamente no sofrimento, no desconforto, na solidão"

tocou-me particularmente.
Ainda que custe, é verdade que assim é.
Nada nos é dado de "bandeja" no que toca a sentimentos e criatividade.
Há que ter a calma e a paciência para, quando estivermos a passar por uma altura menos boa, nos lembrarmos que vamos ultrapassar a dor e na maioria dos casos (excepção feita a uma perda humana, é claro), tornar-nos melhores.
E não andaremos à procura da felicidade? E o auto-aperfeiçoamento e o amadurecimento não conduzirá a ela?

Abraço

PS: Com alguns contos lidos (menos de metade) do "A rapariga que inventou um sonho", posso-lhe dizer que estou a amar!

Comentar