5 comentários:
De Carlos Manuel Lopes da Silva a 8 de Setembro de 2010 às 08:44
Esse cantinho está muito lindo. Parabéns!
Tentei apurar a visão para ver se encontrava alguma obra de Haruki Murakami mas, apesar de ter ideia de lá ter visto pelo menos um livro deste autor, não consegui identificar o título.

Por falar em Murakami, como disse num comentário que fiz no post anterior, comecei a ler "A rapariga que inventou um sonho". Ainda não posso dar a minha opinião porque ainda só li um conto mas, uma vez mais, fico completamente deliciado com a escrita deste autor. É sempre um prazer enorme lê-lo.

Mudando de assunto, espero que esse cappuccino apetitoso tenha melhorado o astral.
Um conselho de quem anda igualmente menos risonho (tensão pós férias???): um livro é sempre um amigo excelente e os momentos passados numa boa leitura são retemperadores, chegando a fazer milagres (comigo tem-me acontecido isso. Nomeadamente ontem com o livro de Murakami).

Outra sugestão é pensar que há tanta gente que não tem família, não tem casa, não tem emprego, enfim, que, comparando as suas realidades com as nossas, nos faz chegar à conclusão que não temos motivo para nos queixar.
Não estou, contudo, a menosprezar os seus sentimentos, porque somos humanos e temos direito a ter dias em que estamos mais tristes ou desiludidos.
Mas, por vezes, preocupamo-nos e gastamos as nossas energias com aspectos que, um dia, desprezamos completamente.

Toca a sorrir
De L. a 8 de Setembro de 2010 às 16:17
Olá!

Estão por ali umas cinco ou seis obras de Murakami... :)

O cappuccino até fez bem. E estava a aproveitar quando ouvi um barulho estranho na sala, corri lá e a moldura de cinco fotos estava caída no chão, com vidros por todo o lado... Saldo: um corte no pé e uma moldura sem vidro! :) Há dias assim...

"Mas, por vezes, preocupamo-nos e gastamos as nossas energias com aspectos que, um dia, desprezamos completamente." - Esta sua frase tocou-me muito. Tem toda a razão. E eu tenho um grave problema: sofro por antecipação. Acho que ando a repetir a palavra 'medo' vezes demais, e isso acaba por consumir-me e impedir-me de aproveitar bem o que estou a viver. Estou a trabalhar nisto. :)

Obrigada.
De Carlos Manuel Lopes da Silva a 8 de Setembro de 2010 às 17:20
Quer-me parecer que a cara L. é forte. Só está a passar por um momento mais "inseguro". É normal. É humano.

O que não nos mata, fortalece-nos.
A frase não é de minha autoria mas é verdadeira.
Agarro-me muitas vezes a ela, quando estou mais triste.

Abraço.
De Branca de Neve a 9 de Setembro de 2010 às 15:38
Tenho de ir conhecer a tua casa...
Talvez no próximo fds das amigas.

Beijooo
De L. a 29 de Setembro de 2010 às 09:06
"No sábado..." :)

Comentar