Segunda-feira, 18 de Maio de 2009

.25

 *

 

 

Agora que o grande dia está quase ai, ando numa de arrumações. E nada me escapa. Gavetas, secretárias, prateleiras, paredes. Tudo o que está a mais vai directamente para uma caixa – porque sou incapaz de atirar qualquer coisa para o lixo, e depois, inevitavelmente, para a parte cima do roupeiro, onde se amontoam caixas e caixas cheias de pedacinhos da minha vida. Sempre que abro a porta desta armário – o que só acontece de tempos a tempos, sou invadida por uma onda nostálgica, que me obriga a abrir tudo o que me aparece à frente. Nestas alturas, o chão do meu quarto da terrinha assemelha-se bastante a uma feira da ladra, ou a um balcão de um antiquário com peças que só para o seu dono têm valor.
 
Foi numa destas minhas fúrias, no domingo da semana passada, que encontrei este postal teu. Tinha passado o fim-de-semana a pensar em ti. Não que não pense noutros dias, mas porque na segunda-feira, dia 11, farias 25 anos. 25. Um número pequenino, jeitosinho, como dizíamos – como todos os da tabuada do 5. 25. Quem não faz 25 anos? Tão fácil chegar lá. E, no entanto, não estás aqui.
 
O postal data de 2002, o ano dos 18, que nos marcou tanto. Partilhámos o desejo de chegar aos 12 (chegámos a esta conclusão mais tarde) só para podermos entrar na Makro, o de chegar aos 16, para entrarmos no Astérix sem problemas, o de chegar aos 18 para tirar a carta e entrar na faculdade. O selo dos correios marca 31-07-2002. Talvez ainda não soubéssemos que tínhamos entrado para a faculdade nesse ano, para aquilo que queríamos. Eu seria uma grande jornalista, tu um grande senhor da logística. Mas não era sobre isso que queríamos falar, era antes sobre tudo. Havia limites para nós?
 
Provavelmente, teríamos feito um jantar surpresa. Eu teria ligado logo pela manhã, apenas para dizer qualquer coisa e fingir não lembrar que era um dia importante. Depois ligava mais tarde, para gritar PARABÉNS e dizer-te que era complicado estar contigo nesse dia, talvez no fim-de-semana. Mas, depois, à noite, lá estaria para o teu abracinho.
 
Provavelmente, oferecia-te bilhetes para Green Day, se não os tivesses comprado já para nós. E quando estivéssemos juntos com eles na mão, gritaríamos bem alto “Do You Have The Time To Listen To Me Whine…”.
 
Tenho saudades tuas. Mas, provavelmente, já sabes disso. Este ano não pude passar pelo sítio onde me dizem que estás agora. Não faz mal. Passaste tu pelos meus pensamentos. Como fazemos todos os dias. Queria dizer-te isto: que vou casar, que tenho um vestido lindo, que tenho uma casa, que os Green Day vêm cá, que tenho dias bons e dias maus, que há pessoas de quem gosto muito e outras de quem não gosto nada, que tenho sonhos e pesadelos, que desde que partiste não consigo ouvir Red Hot, e que tenho saudades de partilhar tudo isto contigo. Queria dizer-te que tenho saudades da tua voz, do teu cheiro, de te ver subir as mangas das camisolas e de partilhar as tuas coisas.
 
Provavelmente, teria ligado para ti depois de encontrar o postal, e teríamos rido pela nossa linguagem dos 18. E terias perguntado se as luas que me deste continuam nas paredes, e se as tuas fotos continuam nas molduras, depois do meu ímpeto arrumador. E eu teria dito que sim, que há coisas que nunca podem sair daquele quarto sob pena de deixar de ser o quarto da L.. Assim como tu. Sem ti na minha vida, nunca seria a L. que sou hoje.
 
Parabéns Tuto.
 
 
 
*Oi morzão!!!! :) ‘Tás a ver, nunca me esqueço de ti, estás sempre em mim :) Olha, vou comprar cá a tua prenda de anos, se não gostares :( (os smiles são influências). Tenho bué saudades tuas, principalmente de falarmos. Temos muitas coisas a falar :( Se calhar ainda te escrevo uma carta, o postal é muito pequeno e pouco pessoal para escrever. Depois falamos melhor. Vamos às piscinas ou algo parecido. Beijos muito especiais para a pessoa mais especial para mim. My best friend :)
Tuto

 

tags:
L. às 14:13
link | comentar | favorito
1 comentário:
De outrosdias a 20 de Maio de 2009 às 16:42
Fiquei... ...

Comentar

.Eu

.pesquisar

 

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Agora

. .Feliz Natal e um 2019 ch...

. .Das mães

. .Hoje

. .2

. .Hoje morreu um homem bom

. .Ela

. .22

. .Dos fins de semana bons ...

. .Adeus, Inderal! [com ima...

. .O batizado da Aurora

. .A caminho dos 19

. .A queda

. .I'm sixteen going on sev...

. .O nosso ovo

. .Da culpa

.Ontem

.tags

. todas as tags

.Mundo

blogs SAPO

.subscrever feeds