Terça-feira, 6 de Janeiro de 2009

.My life is on the tip of my toes

 

Apaixonei-me por ela bem cedo. Assim que a vi na prateleira da Fnac numa das minhas muitas excursões comprar-livros-da-mana. O fundo a jornal, o tipo de desenho, a bailarina escondida em mim. Era ela, sem dúvida.  A agenda da minha vida. Rompi com uma data de parâmetros. Meus. E comprei-a. Pela primeira vez na vida, teria uma agenda anual e não de Setembro a Setembro. Acabaram-se as agendas escolares. Sou, oficialmente, grande.

 

Sou tão grande que, pela primeira vez em não sei quanto tempo, tirei férias no Natal. Melhor, do Natal ao Ano Novo. Talvez tenha sido um bocadinho egoísta por ter deixado a A. sozinha. Mas precisava mesmo.

 

Fiz uma lista de compras porque, como estou mesmo, mesmo grande, o Natal foi em minha casa. E as compras foram feitas por mim. Por nós. 2008 trouxe-me isto: uma casa, a certeza de um "nós". Fizemos uma árvore muito bem. Limpámos a casa muito bem. Preparámos uma ceia muito bem (mesmo que os brigadeiros tenham derretido). E portámo-nos muito bem. Porque somos grandes. Tanto que passámos o primeiro Natal juntos. Na nossa casa. Com os nossos pais. E no nosso sofá. A ver CSI's que alguém se lembrou de me dar. Porque nem sempre sou grande.

 

Somos tão, tão grandes, que abrimos as prendas antes da meia-noite.  Já sabemos que o Pai Natal não existe. Não se perde a magia, mas sim a paciência.  E depois foi ver-nos crianças. Eu, a cantar Abba na Playstation com a M., e tu, na neve, na nossa viagem à serra.

 

Depois voltámos, à nossa casa de grandes, e entrámos juntos no Registo Civil. Porque somos grandes. E decidimos casar. Chegaram os meninos para o casamento das três. Éramos nós. E dissemos sim. Porque somos grandes e sabemos aquilo que queremos. E estamos casados, mesmo que digas que este não conta e que é apenas um contrato com o estado. Mesmo que tenha sido apenas para a declaração de IRS. Aquele que conta está já aí, em 2009. E nada será como antes.

 

Saltámos para o ano 2009 casados. Seja lá o que isso for. Sei que estávamos agarrados, com os copos de plástico e a garrafa de Moët & Chandon na mão, logo depois do Sérgio Godinho nos dizer "este é o primeiro dia do resto da tua vida", pouco antes do Fogo de Artificio ressuscitar o Terreiro do Paço e de nós entupirmos as redes de telemóveis. 

  

Olho para 2008. Nas linhas das minhas agendas. Deste blog. Tu. Uma casa. Um trabalho. A família. Os amigos. Olho para 2009. Quero manter-te a ti. A casa. O trabalho. A família. Os amigos. 2009. O ano dos 25. Do casamento. Do quê mais? Tão grande. Cheia de certezas. Cheia de sonhos. Cheia de coisas. A tentar equilibrar-me. My life is on the tip of my toes.

Estou:
tags: ,
L. às 14:26
link | comentar | favorito
2 comentários:
De Estrela do mar a 13 de Janeiro de 2009 às 23:22
**Muitos Parabens** :)

Beijinho de uma leitora assidua :)
De L. a 14 de Janeiro de 2009 às 18:53
Obrigada :)

Beijinho de uma escritora pouco assídua :)

Comentar

.Eu

.pesquisar

 

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Agora

. .Feliz Natal e um 2019 ch...

. .Das mães

. .Hoje

. .2

. .Hoje morreu um homem bom

. .Ela

. .22

. .Dos fins de semana bons ...

. .Adeus, Inderal! [com ima...

. .O batizado da Aurora

. .A caminho dos 19

. .A queda

. .I'm sixteen going on sev...

. .O nosso ovo

. .Da culpa

.Ontem

.tags

. todas as tags

.Mundo

blogs SAPO

.subscrever feeds