3 comentários:
De AnaCastanho a 11 de Setembro de 2010 às 15:36
Porque será que nunca te lembraste dos teus ex alunos da catequese? Fiquei triste L.
Tive a ler o teu blog e quando tinhas uns quatro alunos, tiveste que deixar por “imbirrância” do padre C.
Será que esses nunca te disseram nada?


Beijinho,
AC.
De L. a 14 de Setembro de 2010 às 12:15
Olá.

Este texto foi escrito numa altura em que estava com este grupo, daí falar deles.

Acho que agi do mesmo modo quando estava com vocês. Ou achas que falhei em alguma coisa? Podes dizer-mo.

Não fui eu que quis abandonar o vosso grupo, sabes disso, como tu mesma o escreveste, alguém o decidiu por nós.

E ainda assim, mesmo depois de deixar de ser vossa catequista, nuna vos abandonei. Não sei se essa é a tua opinião, mas sei que não é a de outros colegas. Sempre foste mais crescida, talvez por isso não me tenhas deixado aproximar tanto, mas não vejo isso como uma falha.

E sabes que estou aqui para o que for preciso, sempre estive, sempre estarei, qualquer que seja o assunto, como sempre fiz questão de vos mostrar.

Beijo,
L.
De AnaCastanho a 14 de Setembro de 2010 às 21:28
Boa noite,
Eu passei por vários catequistas… Cláudio, Maria Albertina, Teresa, L, Susana e acho que mais nenhum!
Nós éramos um grupo muito pequenino, mas muito unido.
Achas que falhaste L. ? Eu chorei quando tivemos que separar! Já estávamos juntos há três anos e não podíamos continuar juntos! Eu nunca fui muito pegadiça! Sou seca e não sou muito de mimos! Tu vês isso no meu dia-a-dia! Não sou de andar agarrada a dar beijinhos, … Acho que não é preciso andar sempre a “mimar” as pessoas para perceberem que gostamos imenso delas!
É claro que sei se precisar tens uns minutinhos para MIM!

Beijinho,
AC.

Comentar