Quinta-feira, 7 de Julho de 2011

.Obrigada!*

"Todos os dias lemos notícias sobre o Facebook. Que é o maior causador de divórcios, que já é possível utilizá-lo sem que o chefe saiba e sei lá mais quantas coisas. Eu, confesso, ainda não aderi a todas as possibilidades que a aplicação permite, e é com admiração que vou assistindo a algumas coisas (como a chegada dos meus pais a este mundo virtual). Faz agora um ano que me espantei com o poder do Facebook, a 5 de Julho de 2010. Por essa altura percebi que grande parte dos amigos e da família já tinha alterado a forma de dar os parabéns. Primeiro estranhei, depois gostei. Este ano superou todas e quaisquer expectativas. Não venho aqui todos os dias, e até acho que o único dia em que convidei alguém para ser meu amigo foi naquele em que me inscrevi e os convites seguiram para toda a lista de emails. Talvez seja preguiça, um bocadinho de falta de interesse, não sei. A verdadeira notícia sobre o Facebook (ou livro das trombas, como lhe chama o primo Francisco, que ainda não aderiu a estas coisas) talvez já tenha sido escrita, mas poucos tenham a verdadeira noção do que isso significa: é um verdadeiro “ligador” de pessoas. Só isso explica que pessoas tão diferentes – como amigos dos pais, família, pessoas que me viram nascer, crescer, vizinhos, colegas de todas as escolas por onde passei, amigos chegados e afastados, colegas de tantos trabalhos, … – tenham escolhido este mesmo espaço para uma mesma coisa, felicitar-me pela chegada dos 27. Peço desculpa pelo agradecimento tardio, mas ontem limitei-me a fazer uma coisa: a viver. Podemos estar todos ligados aqui, mas foi assim que nos encontrámos: a viver! A todos (peço desculpa se me esqueci de alguém) muito, muito obrigada (aos daqui, aos das mensagens, aos dos telefonemas, aos do 'ao vivo'). (Outra notícia diz que, no Facebook, se vive para sempre - o meu desejo para este meu novo ano é que aquilo que nos liga permaneça assim também.)"

 

*texto publicado no Facebook

 

O dia foi perfeito: começou bem, teve trabalho, almoço com ritmos africanos ao vivo, jantar com as pessoas importantes, e terminou excatamente da mesma forma que começou.

 

 

2 comentários:
De Carlos Manuel Lopes da Silva a 11 de Julho de 2011 às 15:45
Os meus parabéns atrasados. Não sabia.

Também tenho facebook e, admito, gosto.
Concordo que seja um ponto de ligação. Também é verdade que é um ponto de cusquice. Há quem frequente só para saber da vida do outro. Mas como não há bela sem senão, continuo a utilizá-lo e a gostar.

Abraço,
Carlos Manuel
De L. a 15 de Julho de 2011 às 15:55
Obrigada!

Como está?

Comecei ontem a devorar um dos presentes, "O elefante evapora-se". :)

*,
L.

Comentar

.Eu

.pesquisar

 

.Setembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30

.Agora

. .Das mães

. .Hoje

. .2

. .Hoje morreu um homem bom

. .Ela

. .22

. .Dos fins de semana bons ...

. .Adeus, Inderal! [com ima...

. .O batizado da Aurora

. .A caminho dos 19

. .A queda

. .I'm sixteen going on sev...

. .O nosso ovo

. .Da culpa

. .A pior do mundo

.Ontem

.tags

. todas as tags

.Mundo


View My Stats
blogs SAPO

.subscrever feeds